terça-feira, 31 de julho de 2012

Administrando a própria construção

Várias são as pessoas que possuem o terreno e dispostas a construir, preferem contratar terceiros para realizar o empreendimento, com uma falsa impressão de tranquilidade em relação a todo o procedimento relativo quase sempre a documentação, mão de obra e material a ser utilizado.

Realmente contratar serviços de terceiros para receber o imóvel pronto é sem dúvida, para aqueles que podem um bom negócio. Mais saibam que administrar a construção de seu imóvel, além de ser bastante agradável ainda lhe dará uma economia de até 30% (trinta por cento) que poderá ser reservada e utilizada para pagamento de taxas finais e quem sabe até mobiliar a casa.

Dizemos agradável e econômico porque você estará na frente de tudo, fazendo pesquisas, negociando descontos e aproveitando as ofertas e promoções que as grandes lojas promovem diariamente.

É certo que nos dias atuais, nem todos dispõe de tempo suficiente para está andando de loja em loja procurando as melhores ofertas e promoções, mais saibam que encontrar esse tempo é fundamental para quem deseja economizar.

Assim, para que tudo saia na mais perfeita ordem é necessário alguns cuidados e precauções, seguem as dicas:

a) Inicialmente procure um arquiteto e um engenheiro para que sejam realizados todos os projetos necessários, tanto o arquitetônico quanto o estrutural, aqui incluindo os projetos elétricos e hidráulicos.

b) De posse dos projetos devidamente assinados e aprovados, procure contratar um mestre de obras de sua confiança e com ele firme por escrito um contrato de prestação de serviço, no qual o mesmo ficará responsável por toda a parte de contratação de pedreiros e ajudantes que trabalharão na obra;

c) Através de seu arquiteto e engenheiro, registre seu projeto no CREA e na Prefeitura, pagando corretamente as taxas relativas a construção e retire o seu alvará de construção, lembrando-se que sem ele a obra será embargada;

d) Com o contrato firmado taxas pagas e alvará na mão, aí sim poderá ser inicializada a construção e você verá como é prazeroso negociar com os comerciantes os materiais que serão empregados na obra e o quanto de desconto que lhe será concedido para pagamento a vista ou até mesmo em parcelas.

e) Analise, se for o caso, a viabilidade da utilização de cartão de crédito para construção, tendo em vista que os juros estão em baixa e a oferta deste crédito poderá lhe trazer vantagens.

f) Ao termino da obra é necessário requerer junto à prefeitura de sua cidade o habite-se e de posse dele realizar a averbação da construção, no Cartório de Registro de Imóveis. Neste ponto você precisará da economia realizada para ajudar no pagamento das taxas.

Amigos talvez alguns de vocês discordem ou questionem a praticidade e a simplicidade aqui levantada para a construção de um imóvel, mas acreditem é simples assim, pois eu mesmo vivenciei esta situação e consegui construir a minha casa. Para que isso aconteça é bastante ter coragem de transpor os obstáculos que poderão surgir.

E mais, pessoas que seguiram os conselhos acima conseguiram sem maiores dificuldades administrar bem a construção, colocando para isso as pessoas certas nos lugares corretos e ao final tiveram sucesso e economia.

O sucesso decorre da realização do sonho, enquanto que a economia decorre da administração correta e cautelosa de suas receitas na construção.
Sorte aos que ingressarem nessa jornada.

anthonylima@anthonylima.com.br

4 comentários:

  1. Olá,fiz um financiamento imobiliario no banco do brasil,a proposta foi aprovada há dois meses,ja foi cobrado uma das taxas do financiamento.depois da cobrança a gerente do banco disse que o nosso contrato viria rapidinho, mas mesmo assim a demora perssistiu, perguntamos o motivo mas ninguem nos respondeu,entao ligamos para o sac do banco do brasil para fazermos a reclamação e pedirmos a resolução do problema , depois de alguns dias o sac nos retornou dizendo que o processo continua em analise,mas sendo assim eles nao poderian ter descontado nenhuma taxa.gostaria de saber :por lei quanto tempo o banco tem para liberar um financiamento depois de aprovado, e cobrado a taxa de avaliação.desde ja agradço.

    Cinara passos.

    e-mail:cpciecaio@gmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezada Cinara

      A taxa de avaliação não indica que o contrato está pronto. Ela é o ponta pé inicial para as transações, uma vez que o banco aprovando o valor a ser financiado é que irá fazer o seu contrato.

      Portanto creio que o contrato ainda não deva está pronto.

      Por outro lado se a cobrança foi do financiamento e não da taxa de avaliação, isso significa dizer que o contrato existe e que já está em vigor.

      Aconselho a procurar o gerente de habitação do banco no qual você assinou a documentação e se informar a respeito, caso a demora permaneça procure um advogado de sua confiança para ingressar com a demanda adequada.

      Saudações.

      Excluir
  2. Ola Anthony,
    Fomos na imobiliaria,assinamos o contrato,paguei 7mil de entrada,o imovel nao assinamos o contrato da caixa,nem a simulacao que é no valor de 110,fui na imobiliaria de novo,ai ele fez a simulacao no proprio comp,ficou de 16mil,n vms ter condicao de pg,a minha empresa faliu,e agora? Posso fazer recisao? Quais meus direitos?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado Leandro

      Você não só pode como deve solicitar o distrato do contrato. Para isso dirija-se a imobiliária e a notifique por escrito dessa decisão.

      Caso a mesma se recuse, o que acho pouco provável, procure um advogado de sua confiança para auxiliá-lo a ingressar com a demanda correta.

      Saudações e Boa Sorte

      Excluir